sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Caixa de Pandora

O Tribunal de Contas (TC) recusou o visto a um empréstimo de 16 milhões de euros da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis junto da Caixa Geral de Depósitos, para saneamento financeiro e consolidação de dívidas a terceiros.

(Via Diário Digital)

2 comentários:

César David Sousa disse...

Há dívidas e dívidas... Quem é que vai a Oliveira de Azemeis? (e, já agora, qual é a cor política da câmara?)

Pedro Gomes disse...

Fui ver e é PSD. Mas a cor partidária neste caso é irrelevante. Cada caso é um caso, mas no país há diversas Câmaras que se vêm obrigadas (e bem)a apertar o cinto sem poderem recorrer a empréstimos, e que viram no recente empréstimo uma situação de favorecimento de uns em relação aos outros. Aliás, a CM Oliveira de Azeméis utilizou o mesmo tipo de argumentos que a CML.