sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Boa viagem, pá

Bem sei que já não és virgem nestas coisas, e que Angola e o ZéDu também não te são estranhos, mas vê lá se tens juízo por lá, que aqui deixas pessoal com saudades.

PS - Realmente, só o meu irmão para fazer um pseudo-jantar de despedida num mais ou menos famoso restaurante fashion-chic-oriental na Baixa (que não irei nomear, deixo a cada um adivinhar qual é). Um gajo é tratado com mesuras e salamaleques para acabar num banco a comer massa com frango picante (ou apurado, para alguns mais entendidos da coisa do que eu) numa gamela, e ainda por cima com pauzinhos. Realmente a coisa é bastante autêntica. Comer em Banguequoque não deve ser muito diferente disto...

Aquele abraço

3 comentários:

Henrique Gomes disse...

Foi mau, nao??? E n foi jntar de despedida, apenas um convivio com pessoas q ja n via ha algum tempo.

De resto, ja tou por Luanda, continua linda como sempre... enfim!

(PS - estou a ser ironico)
(PS2 - q fralta faz um teclado tuga)

Pedro Gomes disse...

Seu pavoroso racista, essa agora a pedir teclado tuga quando tem à frente um teclado original angolano...

Um autênico "reaça", este meu irmão :)

Sara SC disse...

mas q belo par de jarras vocês me saíram, pah =P
pronto, pelo menos durante uns meses n vou andar a ver a dobrar...hihihi!!
nah, vamos sentir a tua falta =)
bjs e td a correr bem por aí ****