segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street

E ao fim de muito tempo, consegui finalmente ver este filme =)

Apesar de gostar muito de génio sombrio de Tim Burton, tinha algumas reticências quanto a este filme pelo simples facto de ser classificado como um musical, género cinematográfico que dificilmente consigo suportar.

Mas Sweeney Todd está longe de ser um musical convencional...a acção desenrola-se naturalmente e os momentos musicais não duram eternidades nem se repetem refrões até à exaustão, por isso diria que não se trata de um musical mas sim de um filme em que algumas cenas são cantadas!

A história em si resulta de um mito urbano, surgido na Londres do século XIX, que juntava um barbeiro que assassinava os seus clientes e uma cozinheira que usava os cadáveres para fazer o recheio das suas empadas. Sweeney Todd foi representado com frequência nos palcos vitorianos mas só em 1973 foi romanceado pelo dramaturgo inglês Christopher Bond, tomando o formato com que é apresentado no filme. O musical esteve em cena na Broadway no início dos anos 80.

Obviamente sem poder comparar com qualquer outra das representações feitas até aqui, creio que Burton merece um Excelente na forma como conseguiu transmitir o ambiente macabro da acção, sem perder a linha do profundo sofrimento que atormenta a personagem principal.

Johnny Depp e a Helena Bonham Carter foram talhados para as suas personagens. Encantou-me também a imagem do filme, a forma como foi filmado...o negro-carvão das ruas de Londres vs o vermelho do sangue de muitas gargantas degoladas!!

Enfim, o resultado final é uma mistura fantástica de terror, humor negro e poesia lúgrebe que só Tim Burton consegue alcançar! É certo que tardei até conseguir ver este filme, mas não me desiludi.....e mais vale tarde que nunca ;)

1 comentário:

grao_de_po disse...

fui ver o filme pouco tempo depois de ver o musical que esteve em cena no teatro aberto (cantado em português e que estava soberbo!!!).
claro que, como fã do universo burton (para além do j deep e da hb carter), adorei o filme =)