terça-feira, 11 de novembro de 2008

Nouvelle Vague, Campo Pequeno

Quando fui ao Campo Pequeno na passada 6ª feira, confesso que esperava ouvir a voz doce de Mélanie Pain pela noite fora mas acabei surpreendida!

A primeira parte foi preenchida com alguns temas do novo trabalho a solo de Mélanie, num registo delicado que pode ser ouvido aqui.

Seguiram-se então os Nouvelle Vague com as suas duas novas vocalistas: Nadeah Miranda, loira, e Jody Sternberg, morena. A primeira, como muito bem descreveu o Pedro, era uma criatura felina em palco com uma energia e uma projecção de voz bem distante do registo a que eu estava habituada com as vocalistas anteriores. Creio que o seu headbanging em Bela Lugosi's Dead foi a expressão máxima desta energia, como podem ver no vídeo abaixo...



Para mim o concerto viveu dos contrastes...doce/agressivo, forte/suave, inocente/perverso...que resultou principalmente da presença em palco de duas figuras femininas tão distintas como Nadeah e Mélanie. O toque adocicado e inocente da última neste God Save the Queen diz tudo.



Desenrolaram-se todas as minhas preferidas, à excepção de I Melt With You, para meu desapontamento. Especial destaque para Too Drunk To Fuck, Bizarre Love Triangle, In A Manner of Speaking, Dance With Me e o hino Love Will Tear Us Apart, cantado por Miranda e Pain!

Foi um excelente concerto, muito além das minhas expectativas!!



Novidades: a banda está a gravar o 3º álbum e dia 17 deste mês, Marc Collin apresenta o seu novo projecto, Hollywood Mon Amour, num concerto gratuito no Casino de Lisboa.


ps - então ninguém reparou que eu estava a confundir Coliseu com Campo Pequeno?!?! cambada de desatentos...tststs =P

4 comentários:

Pedro Gomes disse...

Subscrevo, Sarita. Só dizeres que a "coisa" durou 3h, com encores, e que o Campo "Piqueno", para quem apenas estava habituado a ver na TV, parece bem mais pequeno ao vivo. Óptimo para concertos mais intimistas :)

Sara SC disse...

já tinha assistido a Editors no Campo Pequeno...outro grande concerto...e acho q começo a gostar do espaço =)

RedPill disse...

O único concerto a que tinha assistido no Campo Pequeno foi em 93 (era eu "chavalo"), com o Vicente Amigo, Paco de Lucia, Al di Meola e John McLaughlin... e mesmo sem a cobertura actual pareceu-me um espaço muito acolhedor. Em relação aos Nouvelle Vague, acho que toda a gente que foi e que realmente gosta de música ficou maravilhada... no dia 17 estou no Casino... No fundo o Campo Pequeno é um Coliseu :D

Sara SC disse...

ahhh...até q enfim alguém percebe pq passo a vida a chamar coliseu à praça de touros =D
dia 17 lá estaremos então =)