sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Novo horário dos bares no Bairro Alto

Recebi hoje um mail sobre uma festa no sábado contra o novo horário do Bairro Alto o que me levou a tentar informar-me mais sobre o assunto. Depois de ter lido a proposta da CML, o abaixo assinado contra a dita proposta, notícias e blogs fiquei triste.
A proposta é fundamentada no elevado número de queixas que vão dando entrada nos diferentes órgãos e baseia-se na Constituição Portuguesa que defende o direito a todos de terem paz e sossego para descansar. Ela prevê que bares e afins fechem às 0200 todos os dias da semana, enquanto discos funcionem até às 0200 de Dom a Quin e até às 0400 Sex, Sáb e Vésperas de Feriados.
As queixas contra esta proposta são que vai afectar o desenvolvimento da zona, que os habitantes não se queixam (e sse queixam não o deviam fazer, porque já sabiam que o BA é um local de lazer até altas horas), que vai aumentar a insegurança da zona, que vai contra as alterações que foram efectuadas no sentido de aumentar os transportes na zona.
Fico triste pelas incoerências de ambos os lados da barreira.
Concordo até certo ponto com esta medida, no entanto faz-me confusão porque é que os bares têm de fechar antes das discotecas nos dias em que estas estão abertas até às 0400?Quer dizer se as discotecas estão abertas as pessoas vão continuar na zona para lá irem portanto o barulho pouco ou nada vai mudar, consequentemente nesses dias os bares também deveriam ficar abertos até às 0400.
Mas dizer que os moradores não se queixam do barulho e que se o fazem não deviam, acho que não é correcto e é redutor. Existem várias pessoas a morrar no BA e de certeza que não têm uma posição unanime sobre o assunto.
Dizer que esta alteração do horário vai aumentar a confusão à saida do Bairro na minha opinião também é um tanto ao quanto duvidoso. Portanto se os bares fecharem todos às 0400 não há tanta confusão?Os bares fecharem não implica que à mesma hora seja efectuada uma carga policial para esvaziar as ruas, consequentemente julgo que é um argumento inválido. A confusão já existia e vai continuar a existir.
No meio disto tudo como é que a pessoa pode tomar um partido?? Ou opta por apoiar uma regra que apresenta incoerências fundamentais ou então têm de se juntar a um grupo de pessoas que ao minimo sinal de se querer mexer com os seus interesses ou à minima sensação que lhes querem impôr uma regra começam logo a chamar de "Fascistas" etc...
Pelo meio perdem-se as pessoas que tentam racionalizar as questões e atingir o meio termo.
Essa é a sociedade que temos, e se calhar ela é que está errada.

11 comentários:

Pedro Gomes disse...

Acabei agora de receber mail semelhante. Deixo aqui a minha resposta:

"Os meus avós moraram no Bairro alto desde sempre (ie, desde que vieram de Arganil par aí em 1940). Viveram o Bairro Boémio, as noites loucas dos anos 80, e também viveram o Bairro recente de pós-anos 90, sujo, barulhento e aberto até às 4h ou mais. É inenarrável o que eles tiveram de passar desde os anos 90, em que quase não conseguiam dormir de 5ª a sábado. Quem é contra o encerramento dos bares às duas, apenas olha para o seu umbigo, sem qualquer respeito por quem já vivia no Bairro antes de nós (jovens actuais) irmos para lá. É uma atitude triste, mas sintomática de uma geração demasiado focada em si mesma... Já alguma vez pensaram porque é que os bares só estão cheios depois da meia-noite? Porque carga de água é que ficamos a fazer muitas vezes tempo em casa depois do jantar, e só saímos por volta das onze? Porque é que simplesmente não passamos a sair de casa para uns copos... duas horas mais cedo? Não digo sermos como os ingleses que passam directamente do trabalho para o Pub dispensando o jantar, mas caramba, não podemos alterar um pouco os nosso hábitos?

Peço desculpa pela rudeza das minhas palavras, mas por respeito a eles, e a todos os idosos que lá moram, não posso, de todo, associar-me a este tipo de manifestações."

Rik disse...

Bom post Teco. É realmente complicado subscrever um lado quando uns gritam mata e outros esfola!

Mais uma vez não concordo com o Pedro, mas isso já é hábito :P

Pedro Gomes disse...

É sempre um prazer, estarmos em desacordo :)

Anónimo disse...

bom dia ... eu sou um lisboeta e gosto mesmo de lisboa desde o bairro ate alfama alcantara á mouraria benfica ou lumiar... mas gosto de tudo como é... com os poucos electicos ... com as noites longas com o nascer do sol á beira rio... coisa ke nao conseguimos ter na maior parte dos paises ke referenciaram... mas o bairro alto é o ke é e no ke se tornou... e o mais feio disto tudo.... é o ke esta aki em causa sao intresses imobiliarios e nao uma legitima preocupaçao com as pessoas ke la moram ... porke essses ja sabem com o que contam e ja estao habitiados... nao gostam do protesto nos arranjamos outro... meus amigos isto é tudo uma farça e tentem se abstrair da areia ke vos mandam pros olhos... deixem se conersa fiada... isto tudo é dinheiro ...e o controle ke se pode ter sobre os cidadaos sobre as suas escolhas e direitos... ass:O PROPRIO DESTRIBUIDOR DE APITOS

Pedro Gomes disse...

Caro anónimo, desde já agradecemos a sua participação. No entanto, devo frisar que prefiro que os comentadores do blog se identifiquem quando dão a sua opinião, e já agora, que escrevam em Português correcto.

Pegando no seu comentário, realço esta parte:

"é o ke esta aki em causa sao intresses imobiliarios e nao uma legitima preocupaçao com as pessoas ke la moram ... porke essses ja sabem com o que contam e ja estao habitiados..."

Pode dizer-nos que interesses são esses? É que falar por falar, todos o fazemos. E já agora, sente-se habilitado a falar por todos os moradores do Bairro Alto, ao afirmar que estes já estão habituados? É que qu falo amiúde com alguns moradores, e a opinião que tenho é mesmo contrária à sua.

PS - Para não pensar que não sei do que falo, informo que moro em Alfama. Um das razões que me fez morar lá (e não no Bairro alto, por exemplo), é o facto de ser um bairro histórico que preserva a sua identidade sem demasiada vida nocturna, e que por isso é (felizmente) bastante sossegado durante a noite.

Jorge disse...

desde ja mais uma vez o congratulo por estar a indignar-se com o que quer que seja ... seja kom os garatujos ke utilizo para me fazer entender ... mas o que se esta aqui a falar é sempre da forma como as coisas e nao do conteudo delas... tambem habitei alfama como todos os bairros que referi no texto anterior... para mim o que me idigna esta forma de comandar as vontades de uns milhares para uma meia duzia fazer uns milhoes... e nao tou a falar dos bares ... porque isso bastava 2 mesinhos a fecharem as 2 horas que a maior parte deles vao á falencia...
falo da meia duzia de gestores e especuladores imobiliarios...
eu a mim issso tambem nao me interssa e vou continuar a protestar... pela forma como foi feita... por isso na sexta feira passada resolvi promover uma acçao de intervençao sobre o assunto espalhei com uma equipe de performers 5000apitos nas ruas do bairro alto... foi so ver... que na realidade queria que o bairro estivesse abertoo ate mais tarde apitou...
acho que ao foram assim tao poucos... a açao foi ponderada e dado o desacato á ordem publica... programamos novas açoes de protesto.. que nem todas a s vezes tera de ser tao leal tal como este tipo de medidas proibicionistas...em que me sinto afectado como cidadao ... nao sou assim tao afavor do sistema...
mas protesto porque posso...
p.s-caro pedro gomes tal como ve identifico me... tal como fui abordade pela nossa querida policia de segurança publica com maus modos... a qual me identificou e me apreiendeu os "APITOS" frizando bem ...

Jorge disse...

so mais uma coizinha...
(PUBLICO)
A limitação de horários nocturnos nos estabelecimentos do Bairro Alto insere-se no plano de intervenção para aquela zona boémia da cidade, que arrancou segunda-feira com a limpeza de fachadas. A intervenção vai incluir também um protocolo com o Ministério Público e a PSP que cria condições para o julgamento sumário de detidos em flagrante a pintar "graffitis".
.................................
O POVO PODE SER SERENO
JULGAMENTOS SUMARIOS???????
.................................
(RTP SITE)
Com esta medida, que exige o acordo do proprietário do imóvel danificado e do infractor, o infractor não vai a julgamento, a infracção não consta do seu registo criminal mas é sujeito a "injunções", que vão desde a limpeza e pintura das fachadas à interdição de frequência do Bairro Alto.

A intervenção no Bairro Alto inclui igualmente o reforço de policiamento, um estudo para a instalação de videovigilância, reforço da iluminação e mudança de horários nocturnos dos estabelecimentos comerciais.

Esta intervenção, que a autarquia candidatou junto do Instituto de Turismo a financiamento pelas contrapartidas anuais do Casino de Lisboa, envolve um investimento de 1,2 milhões de euros.
...................................
SERÁ QUE...

Pedro Gomes disse...

Então mas na sua opinião, acha mal que quem seja apanhado a grafitar as paredes não seja obrigado a limpar a sujeira que fez? Ou considera os milhentos tags que sujam as paredes do Bairro alto, como uma "arte" que deve ser preservada?

Se eu lhe pintar o carro ou a casa com tinta, você acha graça? Olhe que eu não. Se apanhasse alguém a fazê-lo em algo que fosse minha propriedade, essa pessoa bem podia engolir uma lata de tinta inteira...

Por outro lado, só tenho a agradecer o reforço do policiamento, para ver se acabam com a praga dos vendedores de droga a cada esquina... Estou farto de noite sim, noite sim, ser abordado dezenas de vezes por indivíduos a perguntar se quero "Ganza pelos cornos".

Por fim, os bares só vão à falência se quiserem, basta que vão introduzindo o hábito nos Portugueses de sair de casa mais cedo, tipo 22h. A maioria do pessoal que está até altas horas nas ruas do BA nem sequer tem um consumo que justifique assim tanto a abertura dos estabelecimentos até de madrugada, pois trazem muitas vezes as bebidas de casa.

Teco disse...

Desculpa Jorge mas não compreendo qual é que é o problema do "julgamento sumário" relativamente a quem é apanhado a fazer graffitis em flagrante delito. Vejamos:
1- A noticia que mostra diz que o infractor têm de concordar com a medida.(discordo disso mas pronto)
2- Têm o beneficio para o infractor de não ficar no cadastro ao contrário de um julgamento a sério sob a acusação de vandalismo.
3- Já vi em noticias que vão ser criados espaços para quem se dedique a esta arte possa continuar a praticar.
Honestamente acho que os julgamentos sumários deviam ser aplicados a mais casos de flagrante delito. Desse modo os tribunais não seriam entupidos com centenas de processos pendentes por faltas de comparência. É óbvio que um ladrão apanhado em flagrante delito não vai comparecer no julgamento a não ser à força, o que implica mais gastos.

Pedro Gomes disse...

"Fássistas!" :)

Jorge disse...

NAO SEI COMO NAO PERCEBEM..
JULGAMENTOS SUMARIOS NAO ME PARECE MUITO JUSTO... SEJA QUAL FOR O CRIME...
MAS SE ACHAM QUE ESSE É O PROBLEMA A MIM DA ME MAIS QUE FAZER QUE O CASINO DE LISBOA PAGUE AS CAMERAS PARA EU SER CONTROLADO NO BAIRRO ALTO ... NAO PORQUE FAÇO ALGO DE ILICITO MAS PARA SER CONTROLADO...
TENHO DIREITOS !!!!
ISTO TUDO É UM ATENTADO Á LIBERDDE DAS PESSOAS E SAO ACTIVIDADES DE DIVERÇAO SAO APENAS MAQUINAS DE LAVAR DINHEIRO... PARA MIM LISBOA É COMO É E EU SO QUERIA QUE PODESSEMOS SER LIVRES DE APROVEITAR A LINDA NOITE DE LISBOA... PARA MIM ... MUITO BEM A TODAS AS MEDIDAS DE CRIAÇAO DE ALTERNATIAS AOS CRIADORES URBANOS DE APRESENTAREM O SEU TRABALHO... PARECEME É QUE AINDA LHES DAO RAZAO... MUITO ESTRANHO PARA MIM...