sexta-feira, 7 de novembro de 2008

República das Bananas

Anteontem um tolinho lembrou-se de agitar a bandeira Nazi no parlamento madeirense, em protesto contra o PSD-Madeira e o seu líder parlamentar Jaime Ramos. No entanto, é de lembrar que este tolinho foi democraticamente eleito para um órgão de soberania, ou seja, mesmo não se comportando á altura do lugar que ocupa, tem toda a legitimidade para lá estar.

Este facto apenas por si mesmo já é lamentável. O que se seguiu foi ainda mais surpreendente: o deputado José Manuel Coelho foi acusado pelo Ministério Público de “propaganda nazi”, viu-se impedido por seguranças privados de aceder aos edifício da assembleia regional, o seu mandato foi suspenso (bem como a sua imunidade parlamentar) pela maioria PSD-M, e por fim esta mesma maioria decidiu suspender o parlamento madeirense até decisão judicial da queixa-crime.

É realmente digno, sim senhor... Mas quem é que o PSD-M julga que é para, mesmo tendo a maioria, se achar no direito de suspender unilateralmente o mandato de um deputado eleito (mesmo que tenha comportamento impróprio), e pior ainda, impedir o seu acesso ao edifício do parlamento madeirense? Isto é uma subversão total do regime democrático!

E o Presidente da República, que anda tão entretido com o regime constitucional dos Açores, não tem uma palavra a dizer acerca disto?

2 comentários:

Teco disse...

Pedro estás-te a esquecer do que levou a esse acto, que ainda piora a situação.
A manifestação em causa deveu-se a uma medida proposta pelo PSD-M (que não me lembro se chegou a ir em frente) que defendia que o tempo de intervenção no Parlamento (da Madeira)fosse proporcional ao número de deputados que o Partido têm.Hum...Quem é que será beneficiado com esta medida?E quem ficará prejudicado?
Honestamente já não sei o que é que se pode dizer sobre este assunto tendo em conta que todos os limites já foram ultrapassados (mais ao menos de forma flagrante).

ushuaia disse...

O maior tolinho não é desde sempre o Alberto Jardim?
Os madeirenses na sua maioria não votam sempre como palerminhas?
O sr Silva não foi tratado como um retardadinho pelo PSD Madeira?
Espectaculos malucos não estamos sempre a ver e a esperar da Madeira?
Rectifico: o maior tolinho não é o Alberto Jardim. Somos nós os Continentais que alimentamos esta estupidez desmesurada madeirense... Até quando?