quinta-feira, 18 de outubro de 2007

OGMs em discussão

O Grupo de Acção e Intervenção Ambiental (GAIA) e a Associação de Estudantes do Instituto Superior de Agronomia convidam a participar no debate:

OGM*: O debate em falta - Riscos e (in)certezas da engenharia genética na agricultura

30 de Outubro, 14h00 – Sala de Actos do Instituto Superior de Agronomia, Lisboa

As posições dos vários actores no debate dos organismos transgénicos estão divididas. Enquanto que uma parte está seriamente convicta de que a
aplicação da engenharia genética na agricultura é o caminho a seguir na agricultura global, a outra parte acredita que a utilização de OGM* é semelhante à abertura da caixa de Pandora, contendo toda uma série de riscos e ameaças para o ambiente, saúde humana e sociedade em geral. Muitas questões pairam no ar: De que riscos se tratam? O que sabemos destes? E o que não sabemos?


Apesar de estas questões serem por si só suficientemente difíceis de responder, outra série de questões apresenta-se como fulcral: Quem são exactamente os actores no debate? E, por outro lado, como decidimos como cidadãos se consideramos os riscos aceitáveis em comparação com os benefícios que se proclamam?


Há muito em jogo. De todas as formas, o debate está aberto.


PROGRAMA

1ª PARTE:
14h00 – Abertura e apresentações.

• "O direito inalienável de não ser cobaia: transgénicos e a investigação que as empresas se esqueceram de fazer" – Prof. Dra. Margarida Silva, Bióloga e Coordenadora da Plataforma Transgénicos Fora
• "O que são plantas geneticamente modificadas e em que diferem das obtidas por melhoramento convencional". - Prof.ª Dr.ª Maria Margarida Oliveira, do Instituto de Tecnologia Química e Biológica da Universidade Nova de Lisboa
• "Society and Technological Advance. What risks are we willing to take?"
– Johan Diels, GAIA (apresentação em Inglês)


16h45 – Pausa para café

2ª PARTE:
17h00 – Mesa redonda com moderação de Luísa Schmidt.

• Prof.ª Dr.ª M. Margarida Oliveira
• Eng.º Gualter Baptista, doutorando em Ciências do Ambiente e activista do GAIA
• João Vieira, Agricultor tradicional e representante da CNA na Plataforma Transgénicos Fora
• Prof. Dr. Antero Lopes Martins, do Departamento de Botânica e Engenharia Biológica do Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa

19h00 – Encerramento do debate

2 comentários:

PJS disse...

Com a responsabilidade da boa união do grupo a pertencer por inteiro ao seleccionador nacional, está visto que o ‘Grande Irmão’ Murtosa seria a pessoa indicada para orientar os patrícios na hora da verdade.

altobola.blogspot.com

Pedro Gomes disse...

Hehe... apesar do comentário estar no post errado, não posso deixar de concordar: Scolari escolhe os 18, e Murtosa treina e orienta os jogos! Bem mais pacífico pelo menos...