terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Arrogância

"A Galp hoje tem de obedecer às nossas instruções em Cabo Verde. Não há batalha nenhuma. Nós somos os patrões, vamos ditar as regras do jogo. Ponto final"

Manuel Vicente, presidente do conselho de administração da Sonangol em 26.02.2008


"Não acredito que qualquer empresário de bom senso ouse considerar que a entrada da Sonangol seja má para a sua empresa"

Aguinaldo Jaime, ministro Angolano em 11.02.2008


E a isto as autoridades portuguesas assistem... em silêncio.

1 comentário:

ushuaia disse...

Não estão em silêncio... Apoiam.
Na entrevista da sic o primeiro ministro disse convicto que a Sonangol era uma grande valia para Portugal... só se os jornalistas lhe escondiam alguma coisa troçou.