domingo, 17 de fevereiro de 2008

Kosovo


"A declaração de independêndia do Kosovo da Sérvia foi hoje aprovada pelo Parlamento kosovar, depois do projecto da proclamação ter sido apresentado pelo primeiro-ministro Hashim Thaçi. O anúncio formal da votação foi recebido nas ruas de Pristina com celebrações de dezenas de milhares de pessoas."

Depois de aberta a caixa de Pandora, vamos ver como irá evoluir o mapa geopolítico da região... Além disso que razões terão os Bascos, os Catalães e outros para não declararem unilateralmente a sua independência?


Adenda: O Kosovo, como nação, só existe enquanto protectorado da NATO. As reacções dos agentes interessados neste imbróglio não se fizeram esperar e não são propriamente favoráveis ao estado actual das coisas, tal como se pode ver aqui, aqui e aqui.

3 comentários:

samatra disse...

uma grande fatia das nações unidas vão para o kosovo que leva mais que um continente inteiro ... assim podem nascer paises de faz de conta... quem lucra? e agora a população ortodoxa do kosovo vai tambem formar um outro país? porque não?

Pedro Gomes disse...

Diz você muito bem... porque não?

Deixo outra questão: quem vai pagar a factura? E o que vai acontecer a minoria Sérvia, dentro de um país considerado suspeito de albergar células da Al-Qaeda?

ushuaia disse...

E tudo isto na porta da U. E.