sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Mas quem é que planeia estas coisas?

A partir de 1 de Fevereiro o Metro Transportes do Sul, no que respeita ao troço Pragal-Universidade, passou a efectuar circulações com uma frequência de 10 em 10 minutos nas horas de ponta (7h05/9h25 e 17h00/20h00) e 20 em 20 minutos no resto do dia. Isto corresponde a metade das frequências verificada até à data. Dou de barato que reduzam a frequência das circulações se não for rentável (embora com relutância...), agora o que é mais caricato é a articulação entre os dois modos ferroviários (MTS e Fertagus):

O horário dos comboios da Fertagus no Pragal é igual quer no sentido Lisboa quer no sentido Setúbal, com partidas às :19, :39 e :59. O MST, fora das horas de ponta, sai da Universidade às :15, :35 e :55, com um tempo de percurso de cerca de 6-7 minutos. Fazendo umas contas rápidas, dá para perceber que apanhar o MST na Universidade fora das horas de ponta permite chegar ao Pragal mesmo a tempo de ver partir o comboio, e também a correspodente espera de 17 minutos...


Estando o horário dos comboios afixado em vários locais bem visíveis (portanto a empresa MTS não pode alegar desconhecimento do horário da Fertagus), bastaria ao MTS alterar as suas partidas em cerca de 5 minutos (o que me parece perfeitamente exequível) para que a situação se resolva. Daí a minha questão:

SERÁ POSSÍVEL NÃO TEREM TIDO ESTE PEQUENO PORMENOR EM CONTA AQUANDO DA ELABORAÇÃO DOS HORÁRIOS DE CIRCULAÇÃO DO MTS???



Adenda: Recebi a tradicional resposta automática, o que é claramente insuficiente...

Exmo. Sr. Pedro Gomes,

Acusamos a recepção da sua mensagem, que desde já agradecemos e que mereceu a nossa melhor atenção.

Sob o assunto em apreço, informamos que teremos a sua sugestão em consideração, no entanto a curto prazo não estão previstas alterações aos horários em vigor.

Desejando ter contribuído para uma melhor informação, apresentamos os nossos melhores cumprimentos.

Departamento Comercial
Apoio ao Cliente


Adenda2: A insistência resultou e já desde hoje a coordenação entre o comboio Fertagus e as vindas e saídas da Universidade fora dos períodos de ponta passou a existir. Por vezes vale a pena reclamar.

5 comentários:

mJ disse...

Sem palavras... Mas os revisores incentivaram as reclamações e portanto vamos lá reclamar e ver se isto se altera rapidamente!

samatra disse...

por falar em transportes a sul do tejo. que me dizem à VIGARICE e FALTA DE VERGONHA de obrigarem a comprar sempre que se compra uma viagem do ou para o Seixal na transtejo o cartão sete colinas?

Henrique Gomes disse...

Ora bem - faz perder tempo (porque cada vez o funcionário tem de explicar porque é que agora o bilhete custa mais 0,50€), faz filas nas bilheteiras (porque as máquinas de venda automática no Cais Sodré não funcionam bem) e faz perder o barco (pois entratanto os portões abriram, fecharam e o barco... foi-se!).

Mas nem tudo é mau, eles devolvem os 0,50€ se devolvermos o cartão no fim da viagem e até é válido por um ano.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

lol, acordem para a vida... o cartao é recarregável só se compra uma vez e carrega se cada vez que se quer utilizar...
Pergunta: Porque a utilizaçao de um cartao recarregavél?
Resposta: tem ideia de quantos bilhetes são comprados num mes?
compra e deita fora,porque se nao forem recarregaveis é o que acontece. Sendo recarregáveis é amigo do ambiente, reduz a geraçao de lixo consideravelmente, se levarem em conta a quantidade de meios de transportes existentes em todo o pais. O ideial era todos fazerem o mesmo... A não ser que queiram deixar um mundo cheio de lixo aos vossos filhos. Com uma agravante, quando o bilhete não é recarregável quando compram o bilhete tambem o estão a pagar pouco mas pagam... assim so o pagam uma vez. é mais caro mas incentiva a pessoa a guarda lo e a reutiliza lo. Sendo este o procedimento correcto....
Conselho... em vez de comprar um cartao sete colinas por cada viagem exprimente guarda lo na carteira... e reutiliza lo na proxima vez recarregando-o nas maquinas...
cumprimentos

Pedro Gomes disse...

Anónimo, ajudava se não tivesse de adquirir um cartão para a Transtejo, outro para a Carris e outro para o ML, já que o mesmo 7 colinas não pode ser usado nos diversos meios de transporte...